O velho Grêmio voltou

O Grêmio começou o ano com muitas dúvidas em relação ao planejamento para 2017. Os reforços para a libertadores foram: Bruno Cortez, que teve uma temporada de qualidade no Botafogo, mas depois nunca mais foi o mesmo, Léo Moura foi contratado do rebaixado Santa Cruz, Michel do Atlético Goianiense, então na Série B e Leonardo do BOA Esporte.

2017: O ano para não ter medo de ser feliz

Com a derrota para o Botafogo por 1×0 no último domingo criou-se uma onda de preocupação e debate após a seguinte frase de Renato Portaluppi: É mais difícil, mas pode ter certeza que vamos disputar essas duas competições (Libertadores e Copa do Brasil) com a equipe titular e, no Brasileirão, vamos usar a garotada”.

Inter: não sobre, suba!

Foram tempos difíceis esses sete primeiros meses do ano. Um estadual irregular, mesmo que tenha alcançado a final e um primeiro turno onde o colorado demorou a dar confiança ao seu torcedor. Mas, como sempre há espaço para um clichê, posso dizer: “o tempo é o senhor de tudo.”

Grêmio faz ótimo 1º turno do Brasileirão e sofre atrás de histórico Corinthians

Dezenove rodadas se passaram e o Grêmio de Renato Portaluppi fechou o primeiro turno da série A do Campeonato Brasileiro na segunda colocação com 39 pontos – 12 vitórias, 3 empates e 4 derrotas – totalizando um aproveitamento de 68,4% ou seja, média de campeão. Sem contar o fato de ter feito 35 gols e sofrido 18 – atingindo a marca de melhor ataque do Brasileirão.

Inter evolui no momento certo e fecha 1º turno mirando o título nacional

Com quatro vitórias nos últimos cinco jogos, o Internacional de Guto Ferreira aparenta ter entrado nos trilhos. Ocupando a segunda colocação da série B do Campeonato Brasileiro ao término do primeiro turno da competição, o Colorado somou 33 pontos – foram 9 vitórias, 6 empates e 4 derrotas – aproveitamento de 57,9%.

Corações verde, amarelo e Blaugrana

O final da tarde foi de muito amor nesta segunda-feira em Barcelona. Eu que sou assumidamente Blaugrana não pude torcer exclusivamente pelo meu ídolo Messi hoje. Fui de verde e amarelo para o Camp Nou para reencontrar amigos. Amigos estes que provavelmente não sabem da minha existência, mas que eu abracei e torço muito desde o trágico acidente com o avião da Chapecoense.

As surpresas de Renato Portaluppi

Precisamos falar sobre a maturidade de Renato Portaluppi. Quem acompanha este que vos escreve sabe que não faço parte do time que sempre idolatrou o comandante gremista.

Internacional acerta em cheio na aquisição do meia Camilo

Em uma maré de más notícias para o torcedor colorado, parece que após bastante tempo a diretoria do Internacional está tomando uma decisão acertada. Não é novidade para ninguém que o alvirrubro gaúcho possui um elenco bastante caro e com deficiências latentes, como a falta de laterais mais qualificados e meias articuladores.

Ceará e Alex Santana de saída, as trapalhadas da gestão colorada

Logo após a partida contra o Paraná Clube o lateral Ceará foi o primeiro jogador do Inter a passar pela zona mista e conversar com a imprensa. Falou que havia sido avisado que iria pro jogo apenas na hora do almoço. Disse que não entendeu a substituição no intervalo e comentou também sobre o desempenho ruim na primeira etapa da partida.

A volta dos cascudos e o não ao “carteiraço”

Nas passagens anteriores como técnico do Grêmio, Renato Portaluppi sempre fez questão de pedir jogadores mais experientes para reforçar o grupo – os cascudos. Em 2016 o ídolo gremista teve tais jogadores no grupo e, entre tantos outros motivos, conquistou a Copa do Brasil.