“Passou um filme de tudo que tinha vivido na base até chegar ali”, declara Tontini

Destaque, Grêmio, Notícias

A maioria dos garotos sonha em ser jogador de futebol profissional e vestir a camisa amarelinha. Felipe Tontini da Silveira já conseguiu atingir o primeiro objetivo. Atualmente disputa o brasileirão de Aspirantes, mas já teve passagens pelo profissional do Grêmio e do Ceará.

Leia as últimas notícias do Grêmio

Hoje o atleta está com 22 anos, mas já coleciona convocações para as seleções de base. O Conexão Grenal bateu um papo com o atleta, que contou um pouco sobre seu início de carreira no futebol. Leia a entrevista:

Conexão Grenal – Tu nasceu no Paraná, mas teve a tua primeira oportunidade profissional no Grêmio. Como foi a tua vinda para o Rio Grande do Sul?

Tontini – Foi muito boa. Na minha cidade no Paraná eu só atuei em escolinhas de futebol e depois passei pelo guarani de campinas antes de chegar a Porto Alegre. Cheguei em novembro de 2011 no Grêmio após ter feito uma grande Taça BH sub-20 e eu tinha 16 anos.

No jogo contra o Veranópolis em 2016 o Giuliano saiu e tu entrou no lugar dele. Como foi oportunidade no time de cima e se lembra o que passou pela tua cabeça naquele momento?

Foi o momento mais feliz da minha vida. Todo menino sonha em jogar profissionalmente em uma grande equipe e comigo não foi diferente, trabalhei duro para ter uma oportunidade. Quando fui entrar, na minha cabeça passou um filme de tudo que tinha vivido na base até chegar ali. Não estava realizando um sonho só meu e sim de todos que gostavam de mim. Só pensava comigo ‘hoje precisa ser o melhor jogo da minha vida’.

Foto: Christian Alekson/ CearaSC.com

Nesse ano tu foi emprestado para o Ceará.  Qual a avaliação que tu faz dessa oportunidade na equipe cearense na disputa da Série B do brasileirão?

Foi uma experiência muito boa. Fui campeão cearense jogando de titular praticamente o campeonato todo. Infelizmente acabei tendo duas lesões em sequências que acabaram me atrapalhando um pouco e perdi meu espaço. Mas só trago de lá coisas positivas, uma boa bagagem pra começo da minha carreira.

Inscreva-se no nosso canal no YouTube

Pode-se dizer que voltou mais maduro dessa experiência?

Sem dúvidas nenhuma. Fiz grandes jogos com estádio cheio, aprendi a lidar com a pressão. Isso é muito importante pra jogadores jovens.

O Grêmio pediu a tua volta e tu foste incluído no elenco da equipe que está disputando o brasileirão de aspirantes. E essa volta ao Grêmio, como tu avalia?

Como eu disse, estava tendo pouco espaço nesse fim de ano lá no Ceará e quando surgiu essa oportunidade não pensei 2 vezes. Campeonato muito bom com grandes equipes, uma ótima chance para mostrar meu futebol para o Renato e a torcida gremista.

Foto: Rodrigo Fatturi/ Grêmio

A torcida do Grêmio elogia muito tuas atuações do brasileirão de aspirantes e tu comprovou essa confiança no gol contra o Atlético-MG. Quando tu percebeu que dava para chutar e vencer o goleiro do Galo?

Sim, fico muito feliz por esse carinho da torcida que sempre me apoiou muito. Então, eu sou um meia que gosta sempre de estar perto da área, dentro da área acompanhando as jogadas. A bola acabou sobrando pra mim depois de uma saída do goleiro e eu percebi que ele estava fora do gol, então peguei de primeira para surpreender ele e a zaga atleticana.

Acredita que ano que vem já pode estar no time do Grêmio que disputará o campeonato gaúcho?

Com certeza, voltei pra cá com este pensamento de estar no grupo profissional do ano que vem. Vou fazer meu melhor nesses jogos para chamar atenção e poder subir novamente.

Siga o Conexão Grenal no Instagram

Teu grande ídolo no futebol é o Kaká, eleito melhor do mundo em 2007. O que o Tontini tem de parecido e de diferente com o ex-meia do Milan, São Paulo e Seleção Brasileira?

O estilo de jogo é muito parecido, por estar sempre buscando o gol, sempre objetivo. Gosto também de dar algumas arrancadas. A diferença que ele já conquistou tudo que podia no futebol, tem uma carreira consolidada e o Tontini precisa ainda buscar seu espaço no futebol. Espero ter uma grande história no futebol assim como ele.

Deixe uma resposta