Les Bleus – Um retrato da França a partir do futebol

Futebol e Cultura

O documentário Les Bleus narra a trajetória da seleção de francesa de futebol entre 1996 e 2016. Nesse contexto, o filme também serve como um recorte social do país nos 20 anos retratados.

Confira outras edições da coluna Futebol e Cultura

Para contar sua história, Les Bleus traz os atores Jamel Debbouze e Omar Sy, além do então presidente da França, François Hollande. Entre os atletas que participam do projeto estão o atacante Olivier Giroud, Eric Cantona, Youri Djorkaeff, bem como os técnicos Arsene Wenger e Raymond Domenech. Fala-se em particular da equipe campeã da Copa do Mundo em 1998, em que os jogadores naturalizados já sofriam preconceito, inclusive o capitão Zidane, de origem argelina.

Um dos pontos destacados na narrativa é a decisão do governo da época de não garantir os mesmos direitos ao filhos de imigrantes que chegassem a França. Como resultado, esses indivíduos não eram vistos como cidadãos que merecesse oportunidades iguais. Em especial, candidatos com sobrenomes árabes têm chance bem menores de obter um emprego, entre outras limitações.

A partir do cenário descrito, a seleção de futebol traz à tona os conflitos e as diversas raízes do povo francês. Les Bleus é cada vez mais relevante em um tempo em que o nacionalismo ganha força em tantos países.

Deixe uma resposta