Brasileiro Sub-20: Grêmio perde para o Coritiba por 4 a 1

De olho na base

No começo da noite da última quarta-feira o Grêmio foi para o relvado do Couto Pereira e acabou sendo derrota pela equipe do Coritiba. O encontro era válido pelo Brasileirão Sub 20. O tricolor gaúcho volta aos gramados na próxima terça-feira, 21h 30, quando terá o Botafogo pela frente.

O jogo

Logo aos cinco minutos de jogo, a piazada coxa-branca foi pra cima do time adversário, marcando o primeiro gol da partida. A jogada começou com Mosquito, que tentou encontrar Índio, na grande área. Talysson Lalau aproveitou a sobra e mandou para o gol.

Em seguida, o mesmo Mosquito foi derrubado pelo camisa 2 do Grêmio na grande área. Porém, a arbitragem não assinalou penalidade máxima. O jogo seguiu equilibrado, com chances significativas para o lado coxa-branca. Aos 17’, Léo chegou com perigo, pela esquerda, mas a bola não encontrou ninguém.

Grande chance teve o atacante Índio aos 24’. Ele mandou de cabeça para o gol, mas a bola parou no travessão. No rebote, ele tentou mais uma vez, mas aí mandou por cima do goleiro adversário. Alguns minutos depois, Índio arriscou de novo, com um chute de fora da área, mas a bola não entrou.

Foto: Divulgação/ Coritiba

Outra chance quase originou o segundo gol do Coritiba na jogada que teve início com Talysson Lalau. Ele cruzou pro Mosquito, que chutou, e Índio tentou colocar no cantinho inferior esquerdo da trave, mas não alcançou.

O goleiro Arthur livrou o Verdão em algumas oportunidades. Nos acréscimos do primeiro tempo, aos 47’, ele protagonizou bela defesa. Porém, no rebote, o camisa 8, Darlan, aproveitou a oportunidade e deixou tudo igual no Alto da Glória.

O Grêmio começou avançando para o ataque, em busca do desempate. Logo aos 6 minutos, o camisa 2 do time adversário arriscou de fora da área, mas a bola passou pelo canto direito da trave. Em seguida, o camisa 7 mandou uma bomba de longe. O que salvou o Coxa, dessa vez, foi a trave. Enquanto o adversário ainda tentava o gol, Romercio tirou a bola dos pés do jogador. Quase que ela entra pelo canto esquerdo.

Nesta etapa, o Coxa teve a chance de converter três pênaltis em gol. Mas, antes disso, Vitor Carvalho marcou o dele, depois de cobrança de escanteio de Júlio Rusch. Aos 20 minutos, Mosquito foi derrubado na grande área, assim como na primeira etapa. Desta vez, entretanto, a arbitragem apontou penalidade máxima. Mas, o gol não aconteceu: Índio fez a cobrança e a bola parou nas mãos do goleiro gremista.

Aos 27′, Mosquito também marcou o dele, aproveitando o passe de Léo. O terceiro do jogo. Na sequência, quem foi derrubado na grande área foi o Índio. O mesmo Mosquito cobrou e marcou mais um! Coritiba 4×1 Grêmio. O técnico coxa-branca, Sandro Forner, promoveu algumas mudanças no jogo: Talysson Lalau, Índio, Mosquito, Rusch e Matheus Bueno deram lugar a Fernandinho, Luizinho, Jefferson, Romeu e Yuri.

Foto: Divulgação/ Coritiba

E quase que sai mais um gol coxa-branca dos pés de Fernandinho e seria de pênalti também. Ele mesmo, que foi derrubado na grande área, cobrou. Porém, mais uma vez, a bola parou no goleiro do Grêmio. O time adversário tentou reagir, mas a noite era coxa-branca. Com esta vitória, o time segue invicto na competição e segue agora para a terceira rodada da segunda fase da competição.

Com informações da Assessoria do Coritiba

Deixe uma resposta