As coisas que se perdem pelo caminho

Opinião

Rodrigão, tudo bem aí na terra da rainha? Bom, aqui na província as coisas estão mais ou menos. O governador segue atrasando o salário do funcionalismo, o prefeito tem cortado isenções de estudantes no transporte público… Enfim, sobrevivemos como dá. O que tem alegrado parte do estado é o brilhante futebol que o pensamento “pequeno” do Grêmio está nos proporcionando.

Leia outras notícias sobre o Grêmio

Sei que o Lance! não cobre o futebol gaúcho, sei que o Lance! já tentou entrar neste mercado competitivo e importante, mas não teve sucesso. Coisas da vida. Deve ser complicado ver um time fora da “cobertura” do Lance! chegar com tanta força depois de tanto tempo em baixa.

Deve ter sido complicado ver aquele time do Renato atropelar na Copa do Brasil do ano passado, né? Deve ser complicado ver o Grêmio, com menos investimentos que o Palmeiras, por exemplo, estar em três competições com chances reais de título, enquanto o time da financeira estar já com a cabeça em 2018, pois nada mais pode conseguir nesta temporada.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Rodrigão, tu manja de futebol. Não vem escrever um post caça clique mequetrefe. Tu sabe muito bem que o nosso calendário é tenebroso e que em toda a parte do globo os técnicos poupam seus times. Na quarta-feira o Grêmio tem uma decisão e pode chegar a mais uma final de Copa do Brasil. Este time pode fazer história sendo o primeiro a levar duas vezes seguidas, o que nenhum dos grandes de São Paulo conseguiu em 28 anos de competição.

Bueno, sério? Acha mesmo que o time deve priorizar o Brasileiro podendo erguer uma Copa Libertadores? Acha mesmo que o time deve priorizar o Brasileiro, mesmo estando tão próximo de mais uma decisão de Copa do Brasil? Não precisa nem ler três linhas do teu texto para ver onde tu quer chegar. Menos, Rodrigão. Bem menos. Acho que precisa ir tomar um chá por aí e refletir um pouco sobre aquela carreira iniciada lá em 1997. Parece que alguma coisa se perdeu no meio do caminho.

Deixe uma resposta