Grêmio vence a Ponte Preta de virada

Grêmio, Notícias

Foi no sufoco e de virada. Assim o Grêmio venceu a Ponte Preta pelo placar de 3 a 1 e viu a vantagem do Corinthians cair para 8 pontos. No meio de semana o tricolor vai até a Bahia encarar o Vitória.

Confira a classificação da Série A 2017

O primeiro tempo de Grêmio e Ponte Preta foi bastante amarrado, com o time paulista fechado e retardando, sempre que podia, a retomada do jogo. O primeiro lance de perigo foi com Lucca, que atirou de longe contra a meta de Grohe, porém a pelota se perdeu na linha de fundo.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Três minutos mais tarde o Grêmio respondeu com Ramiro, o meia gremista recebeu passe de Barrios nas costas da defesa e chutou forte, Aranha espalmou pra fora. O tricolor tinha dificuldades para se impor como mandante e criar oportunidades. Já a Ponte apostava apenas nos contra-ataques.

O Grêmio voltaria a visitar a área adversária aos 32′ em duas oportunidades. Primeiro Michel manda um foguete do meio da Rua, mas Aranha espalma, no rebote quem finaliza é Edilson, só que para fora. Dois minutos depois a situação mudaria. Em um contra-ataque rápido, Lucca cruza para a área, Thyere corta para o meio, matando Grohe.

A vantagem deixou o time da Ponte Preta mais acomodada no jogo, buscando reduzir o máximo o tempo de bola rolando. Aos 45′ Pedro Rocha alçou a bola na área, Barrios fechava no primeiro poste e nada encontrou, Aranha não saiu da meta e Ramiro também não chegou a tempo para finalizar.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

No intervalo o treinador gremista resolveu mudar a equipe. Retirou Arthur da meia cancha para colocar Fernandinho, recuando Ramiro para a volância. Já Gilson Kleina não promoveu alterações, mantendo o mesmo posicionamento adotado pelo time na etapa inicial.

A força tricolor surtiria efeito aos 11′. Pedro Rocha faz boa jogada dentro da área e encontra Barrios, o centroavante gremista dispara contra o arco e marca, a pelota chegou a desviar na defesa e matar Aranha, antes de parar nas redes. A peleja empatada fez Kleina mudar o time, retirando Renato Cajá para a entrada de Negueba.

A pressão azul seguia e com 21′ Edilson mandou um foguete do meio da rua, a bola passou perto, mas acabou indo pela linha de fundo. A pressão seguiria e aos 23′ Fernandinho é puxado por Fernando Bob e a arbitragem marca penal. Barrios bate no alto, converte e coloca o Grêmio na dianteira do jogo.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

Depois de sofrer a virada, Gilson Kleina acabou colocando o time mais a frente. Sacou Bob e colocou Jean Patrick, além de Felipe Saraiva na posição de Jadson. Na sequencia das modificações Luan puxa contra-ataque e ao tentar Fernandinho a pelota bate na defesa e acaba sobrando para Pedro Rocha chutar forte, a pelota beijou o travessão e foi pra fora.

Já se encaminhando para o final da partida Renato também promoveu alterações, sacando Pedro Rocha e Barrios para as entradas de Everton e Marcelo Oliveira. Com 39′ a marcação deu espaços e Lucca mandou um petardo do meio da avenida, Grohe fez a defesa. Faltando cerca de 2′ para o final do tempo regulamentar, o Grêmio faz uma bela troca de passes e Luan encontra Ramiro que toca de cabeça para Everton, também de cabeça, ampliar o marcador.

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

A vitória, de virada, deixa o Grêmio mais perto do Corinthians. Agora a diferença é de 8 pontos do líder para o segundo colocado. Na próxima quarta-feira o tricolor terá o Vitória pela frente, no Barradão. A Ponte Preta recebe o Coritiba, Moisés Lucarelli.

Deixe uma resposta