Futebol feminino é tema de comédia romântica de 2003

Futebol e Cultura

Lançando em 2003, Driblando o Destino (Bend it like Beckham) aborda o futebol feminino, universo até hoje pouco representado pela mídia. O título original referencia o então astro da seleção inglesa David Beckham e seu estilo de cobrar tiros livres a gol que a bola faz uma curva (bend) surpreendente em direção à meta.

Foto: Divulgação

A trama é centrada em Jess (Parminder Nagra), uma menina inglesa de origem indiana apaixonada por futebol. Enquanto treinava em um parque com os amigos, ela é convidada por Jules (uma então desconhecida Keira Knightley) para participar de uma equipe feminina. Muito habilidosa, Jess logo se destaca no time e vê surgir enfim a chance de realizar o sonho de jogar profissionalmente. Porém, a tradição impõe limites à liberdade da protagonista, já que a família é contra o seu interesse pelo esporte. A ideia de usar um uniforme com short curto e ser treinada por um homem (Jonathan Rhys Meyers) são apenas alguns dos pontos em desacordo com os costumes indianos.

É interessante no entanto mostrar que não era somente Jess que precisava “driblar” o próprio destino. Jules também enfrentava as constantes críticas da mãe, que via seu comportamento como pouco feminino. Gurinder Chandha, a diretora do filme, está inserida no modo de vida sikh por ser filha de imigrantes dessa religião, garantindo uma boa reprodução da crença.

Apesar da previsibilidade da narrativa, Driblando o Destino representa bem o choque cultural e o fanatismo por futebol em diferentes formas.

Veja o Trailer:

Deixe uma resposta