Expulsar o Internacional do Brasileirão é um absurdo!

Opinião

A jornalista Gabriela Moreira, da ESPN, divulgou, na manhã desta quarta-feira, que o STJD teria concluído o inquérito que apurava as suspeitas de falsificação de documentos por parte do Internacional, no caso Victor Ramos.

Segundo a informação, a Comissão entendeu que dirigentes e advogados usaram e-mails adulterados para provar a tese. Na reportagem, cita que uma das punições sugeridas pela investigação é a expulsão do clube do Campeonato Brasileiro.

Dificilmente essa punição será aplicada. No entanto, sugerir a exclusão de um time, de uma instituição, é um absurdo. Incriminem dirigentes, culpem empresários, indiciem as pessoas envolvidas, mas não punam a instituição Sport Club Internacional. Não entrarei no mérito da culpabilidade de dirigentes, empresários e advogados. Só peço para que o clube não seja punido severamente por prováveis erros de terceiros. O Internacional não é dos dirigentes.

O Internacional é de milhares de colorados espalhados pelo planeta. O Internacional é daquele torcedor que enfrenta chuva, mau tempo, ônibus lotado para ver seu time jogar no Beira-Rio. O Colorado é daquele torcedor que economiza durante a sua rotina para pagar a mensalidade de sócio e incentiva os jogadores que estão em campo.

Só para exemplificar, vamos pensar em uma Prefeitura. Se há irregularidades, prefeito, vice e secretários são responsabilizados. A Prefeitura não. A instituição não deixará de fazer parte do Rio Grande do Sul, por exemplo, por erros e irresponsabilidades de gestores. Os profissionais passam. A instituição fica. Cobrem multa, suspendam o uso do Beira-Rio por um mês, contabilizem a perda de três pontos, sei lá. Agora impedir que a instituição participe de uma competição na qual sua presença é legítima, é demasiado. Um absurdo.

Leia o relatório

Deixe uma resposta